Neste despertar lento e hesitante para a vida normal, após 2 anos de pandemia, a APO voltou a empenhar-se na organização de eventos “ao vivo”, em que para além da transmissão de conhecimentos teóricos, se incentiva a troca de experiências e o convívio pessoal. Esta aposta baseia-se na convicção que a formação do Médico envolve outras competências e sabedorias muito mais amplas e profundas do que a ciência pura e dura. É com este espírito que a direção da APO está a organizar o seu Congresso nacional, o Otoneuro 2022, que irá decorrer nos dias 30 de setembro e 1 de outubro, novamente no Hotel dos Templários, em Tomar. 
 
Neste congresso teremos como presidente de Honra o Sr. Dr. António Dias Ferreira. Como temas principais o Nistagmo Posicional, que foi o tema da Reunião de Inverno, as Alterações da Marcha e as Doenças de Movimento, as Neuropatias, os Acufenos e a Reabilitação auditiva. Os convidados estrangeiros serão o Prof. Eduardo Martin Sanz, o Prof. Jean-Luc Puel, e a Dra Cecile Nicolas-Puel. 
 
No entanto, durante o período do estado de emergência este tipo de formação holística não foi possível, tendo a APO recorrido aos meios informáticos de formação à distância para organizar webinares sobre vários temas, de forma a honrar o nosso compromisso de estimular a formação e a investigação na área da otoneurologia e permitir aos internos de formação específica a divulgação dos trabalhos científicos realizados nos seus serviços. Queria aproveitar esta ocasião para agradecer a todos quantos contribuíram para que nesse período de grandes dificuldades fosse possível manter estas actividades. Neste agradecimento incluo os membros da direcção da APO, todos os colegas que contribuíram com o seu conhecimento para enriquecer estes eventos, assim como aos patrocinadores e ao secretariado da APO, sem as quais estes eventos não teriam sido possíveis.
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologia
 
 

A Associação Portuguesa de Otoneurologia (APO) desde a sua fundação em 1997, tem como objetivos promover aprendizagens, estimular o debate entre pares e divulgar os conhecimentos mais atuais na área da Otoneurologia. Neste contexto, apesar de todos os constrangimentos inerentes à época em que vivemos, temos mantido a nossa atividade científica. Brevemente editaremos um livro de recomendações sobre a Doença de Ménière, que pretende ser um instrumento de consulta e orientação terapêutica. Em fevereiro, teremos mais uma “Reunião de Inverno”, em que um grupo de trabalho restrito, abordará durante um dia e de forma exaustiva o tema “nistagmo posicional”. Em março, celebraremos o “Dia da Audição” e em abril teremos mais um “Dia da Vertigem” contando com a colaboração inestimável do Prof Herman Kingma.  Contamos com os colegas nesta caminhada, que não faria sentido sem a vossa presença e participação.
Aproveito em meu nome e da Direcção da APO, para desejar a todos votos de um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.
 
Maria Manuel Henriques
(vogal da APO)
 

Caros amigos,
 
Finalmente e felizmente vamos poder estar juntos novamente.
Nos dias 8 e 9 de outubro, em Tomar, irá realizar-se o Otoneuro 2021, onde esperamos encontrar os sócios da APO e todos os interessados na otoneurologia.
Contamos com dois convidados de enorme reputação, o Prof. Herman Kingma, Presidente de Honra do congresso e o Prof. Michael Strupp, que prometem apresentações de grande qualidade e discussões animadas sobre vários temas otoneurológicos.
Também, a mesa redonda de abertura promete grande polémica pois o tema será “Controvérsias na Doença de Ménière” e os participantes são excecionais.
Vamos ainda ter três conferências magistrais, cujos temas serão “Reabilitação Vestibular”, “Sintomas otoneurológicos na Esclerose Múltipla” e “Implante coclear na Doença de Ménière”.
Aproveito a oportunidade para apelar aos sócios da APO para que participem da assembleia geral que irá realizar-se na tarde de dia 8/10, para que possam contribuir para o futuro da associação.
É um privilégio para a direção da APO poder apresentar um programa tão interessante, pelo que contamos com a vossa presença, cumprindo as regras de segurança decretadas pela DGS.
 
Saudações cordiais,
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologia

 

Felizmente e finalmente foi possível voltar a encontrarmo-nos ao vivo. Foi muito bom!!
O OTONEURO 2021 decorreu no Hotel dos Templários em Tomar, nos passados dias 8 e 9 de outubro. Foi ótimo, tivemos cerca de 200 participantes, 15 comunicações orais e 21 posters. 
O presidente de honra do congresso, foi o Prof. Herman Kingma, uma das grandes referências mundiais na otoneurologia, que muito contribuiu com as suas qualidades humanas e didáticas para a divulgação deste tema em Portugal e no mundo e muito especialmente para a formação dos médicos portugueses. O merecido elogio elaborado pelo Dr. Rosmaninho Seabra ao Prof. Herman Kingma foi um dos pontos altos deste congresso.
 
A mesa redonda inaugural, sobre o tema “Controvérsias da Doença de Ménière”, foi bem animada e participada. Também as apresentações excecionais dos convidados estrangeiros, Prof. Herman Kingma e Prof. Michael Strupp, foram um fantástico contributo para a qualidade do congresso.
 
Não podemos esquecer as excelentes apresentações da Dra. Sandra Costa sobre ”Reabilitação vestibular”, do Dr. Paulo Coelho sobre “ Sintomas otoneurológicos na esclerose múltipla” e do Prof. Leonel Luís sobre “Cochlear implant candidacy in Ménière’s management” que despertaram grande atenção do público.
 
É de salientar o grande ocupação da sala ao longo de todo congresso e a participação ativa dos presentes, colocando questões e comentando as apresentações.  
No sábado à tarde realizou-se o Curso “ Examination, diagnosis and management of patients with vestibular disorders: an eficient no-nonsense straightforward approach”, ministrado pelo Prof.Herman Kingma, e que mais uma vez encantou a audiência.
O sucesso deste OTONEURO 2021 demonstra que o conhecimento é muito mais que pura informação, e que a troca de experiências pessoais é fundamental para a formação do médico.
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologa

Caros amigos,
 
O ano de 2020 revelou-se um ano atribulado! O clima de insegurança gerado pela COVID-19 parece não nos querer abandonar!
Devido a este clima de insegurança e como medida preventiva e de proteção da saúde de todos, a Direção da APO decidiu adiar o Congresso Anual anteriormente agendado para os dias 8, 9 e 10 de outubro de 2020 para nova data - dias 24 e 25 de setembro de 2021.
Sendo um dos principais objetivos da APO dar formação aos profissionais e incentivar a investigação na área da Otoneurologia, é necessário reinventar as formas de conseguir honrar este compromisso. Assim, utilizando os meios de comunicação digitais,  iremos chegar aos associados partilhando o conhecimento e fornecendo a formação necessária para enfrentar este “novo mundo”,  em que agora teremos de viver, nos tempos mais próximos. 
Com esse objetivo,  a APO vai redirecionar a sua estratégia de comunicação, organizando Webinars temáticos e cursos “online” sobre diferentes temas.
Serão organizados até ao final de 2020 cursos “online” sobre os seguintes temas:
- Exame vestibular sumário;
- Surdez súbita
- Doença de Ménière/enxaqueca vestibular
Em dezembro será organizada uma sessão para apresentação de trabalhos de investigação, na forma de comunicações livres ou posters, cujo título será “Otoneuro 2020”, a cujos autores será atribuído o respectivo diploma e atribuídos prémios. As regras de participação serão divulgadas posteriormente.
Saudações cordiais,
 
Nuno Trigueiros
Presidente da Associação Portuguesa de Otoneurologia

Faça-se membro

Faça-se membro
e junte-se à equipa!